Política de Cookies
quinta-feira, maio 30, 2024
Mais
    InícioEntrevistas com FamososAmor que vale ouro: entrevista com a jogadora de handebol Alexandra Nascimento...

    Amor que vale ouro: entrevista com a jogadora de handebol Alexandra Nascimento e Fabrício

    Durante os Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, em plena Vila Pan-Americana, o jogador de handebol chileno Patricio Martínez Chávez pediu em casamento a jogadora de handebol feminino e medalhista de ouro Alexandra Nascimento. O portal Ponto dos Noivos fez uma entrevista com Alexandra Nascimento.

    Alexandra, que é conhecida como Alê e atua como ponta direita, concedeu entrevista exclusiva à jornalista Vanessa Guimarães, diretamente da Áustria, falando sobre o esporte e seu relacionamento com Patricio, conhecido como Pato. A entrevista foi realizada em 2007.

    Entrevista com Alexandra Nascimento: detalhes do noivado
    Alexandra mostra sua medalha de ouro junto ao noivo Patrício

    Ponto dos Noivos: Como começou a jogar handebol? Conte um pouco sobre sua carreira.

    Alexandra: Comecei a jogar com 10 anos. Comecei na Seleção Júnior. Fui morar em São paulo em 2000. Eu jogava no Jundiaí Handebol Clube e sempre era convocada para treinar. Joguei durante um ano em Guarulhos e depois surgiu a proposta para jogar na Áustria. Participei do Pan-americano na República Dominicana, onde fomos medalha de ouro. Ganhamos o sétimo lugar no Mundial na Rússia e nas Olimpíadas em Atenas. Agora, conquistamos a medalha de ouro no Pan-Americano do Rio de Janeiro.

    Ponto dos Noivos: Já está treinando para o Mundial?

    Alexandra: Infelizmente, isso não é possível, pois cada jogadora brasileira tem um clube. Por isso, devemos nos encontrar somente em novembro, algumas semanas antes do Mundial. Primeiro precisamos trabalhar no nosso clube e depois fazemos alguns trabalhos pedidos pela equipe técnica brasileira. É preciso saber dosar, para não sobrecarregar.

    Ponto dos Noivos: Como é seu treinamento na Áustria?

    Alexandra: O treinamento do meu clube é muito forte, não tenho dificuldades quando vou para a seleção brasileira. No Brasil, só treinamos uma vez por dia. Aqui na Áustria, jogamos duas vezes por dia, normalmente às 10 e às 17 horas. No começo da temporada é sempre mais difícil, ainda estamos com dores musculares, mas é normal neste período. A primeira semana foi a pior, por causa do fuso horário, mas a próxima já será melhor.

    Entrevista com Alexandra Nascimento: noivado
    Casal mostra as alianças durante noivado no Pan

    Ponto dos Noivos: Onde conheceu o seu noivo Patricio?

    Alexandra: Vi o Patricio pela primeira vez Cascavel, em 2000, mas não conversamos. Começamos a nos conhecer melhor pela primeira vez em 2001, em um Campeonato Sulamericano e foi amor à primeira vista. Papeamos muito e nos tornamos amigos. Nesta época eu estava namorando com um brasileiro, um relacionamento que já durava nove anos. Mas, após 15 dias na Áustria, ele não suportou a distância e terminou comigo.

    Ponto dos Noivos: Como começaram a namorar?

    Alexandra: Nunca consegui tirar o Patricio da minha cabeça. Mas sempre respeitamos nossos relacionamentos. O tempo passou e continuávamos sempre ligados. No Natal de 2006, o Patricio me telefonou contando que tinha terminado o relacionamento e na época, eu também tinha acabado de terminar meu namoro com um austríaco.

    Ele me convidou para ir até a França, mas não pude, pois não tinha folga no clube. Então, ele disse que talvez passasse aqui (na Áustria) no dia 25 de dezembro. Esta notícia me ajudou a ter um ótimo desempenho no Mundial, na Rússia. E no dia de Natal ele veio, foi muito engraçado vê-lo no aeroporto depois de tantos anos de espera. Ficamos juntos umas duas semanas. Conversamos sobre nossas mágoas e da espera um pelo outro. Foi então que ele pediu para namorar comigo, ele é muito romântico.

    Ponto dos Noivos: Você também é romântica?

    Alexandra: Eu sou, mas ele é muito mais.

    Ponto dos Noivos: Você acredita em destino?

    Alexandra: Não acreditava, mas agora acredito.

    Ponto dos Noivos: Você esperava o pedido de casamento durante os Jogos Pan-Americanos, no Rio?

    Alexandra: Estamos juntos há um ano e sete meses e noivos há 15 dias. Nós já havíamos conversado sobre casamento, mas ele pediu para deixar essa parte com ele. Eu não esperava, nunca imaginei que ele fizesse isso no Pan. Risos.

    Entrevista com Alexandra Nascimento: a melhor viagem que fizeram
    O casal em Veneza: segundo a atleta, a melhor viagem que já fizeram

    Ponto dos Noivos: E você gostou da surpresa?

    Alexandra: Adorei. Chorei muito. Para mim não teve surpresa melhor.

    Ponto dos Noivos: Quais são os planos para o casamento? Já planejaram a cidade e o país?

    Alexandra: Vamos ter que esperar um ano até que o contrato do Patricio se encerre, na Espanha. Eu também tenho mais dois anos aqui na Áustria, mas com certeza o evento será no Brasil.

    Ponto dos Noivos: Você já conhece a família do Patricio e ele conhece a sua?

    Alexandra: Sim, estive agora em julho no Chile e conheci todos. Lá é muito lindo, mas é muito frio.

    Ponto dos Noivos: Já sabem onde vão morar?

    Alexandra: Não sabemos ainda, mas pretendemos comprar uma casa no Brasil, para garantir nosso futuro. Pretendemos nos casar o mais rápido possível e ficar juntos.

    Ponto dos Noivos: Compraria uma casa no Espírito Santo, perto da sua família?

    Alexandra: No Espírito Santo não, mas talvez na Bahia. Temos que investigar, mas queremos uma casa perto da praia e em um lugar bem tranqüilo.

    Ponto dos Noivos: Os dois gostam de praia?

    Alexandra: Sim, adoramos. Uma vez fugimos para a praia, em Coqueiral de Itaparica, correndo dos repórteres. Risos. Tinha pouco tempo para ficar com a família, comemorar nosso noivado e dar entrevistas. Foi uma loucura, mas conseguimos fugir para a praia e ficar lá sozinhos algumas horas.

    Ponto dos Noivos: Qual foi a melhor viagem que já fizeram?

    Alexandra: Foi para Veneza. Foi tudo muito rápido. Pesquisamos na Internet e como a Itália fica perto, fomos de carro até uma cidade que fica a três horas e meia de distância. Deixamos o carro lá e pegamos o trem à noite até Veneza. Aproveitamos bastante a viagem, vimos paisagens muito bonitas. Agora, estamos programando uma viagem à Paris. O problema é ter tempo. Risos.

    Entrevista com Alexandra Nascimento: na vila olímpica em 2007
    Alexandra e Patricio na Vila Pan-Americana

    *Entrevista feita por Vanessa Guimarães em 2007

    Serviço:

    Jogadora de handebol Alexandra Nascimento

    Publicidadespot_img

    FAVORITAS

    Mais recentes