Política de Cookies
quarta-feira, abril 24, 2024
Mais
    InícioLua de MelDança do ventre: movimentos sensuais para dançar na lua de mel

    Dança do ventre: movimentos sensuais para dançar na lua de mel

    A dança do ventre traz benefícios para o corpo e para a mente. Os exercícios corporais de ondulações e alongamento melhoram a flexibilidade muscular, a pressão arterial, o controle do metabolismo e contribui até para o processo digestivo e intestinal. Além de que a música e a dança relaxam e promovem bem estar.

    Com tantas vantagens, é natural que o número de noivas que se interessam em aprender a dança do ventre para apresentar na noite de núpcias ao futuro marido tem aumentado a cada ano.

    “Para as noivas que desejam fazer esta surpresa ao seu noivo, com toda certeza irão surpreender o amado. Mesmo nunca tendo dançado antes, é possível conseguir aprender uma coreografia simples com véu em oito horas/aulas particulares. Fazendo aula em turma, o tempo é de aproximadamente três meses”, explicou a dançarina e professora de dança do ventre, Rosi Cruz.

    Trajes

    O traje típico da dança do ventre, segundo a coreógrafa, é saia godê, cinturão bordado e sutiã bordado, sem calçados. A escolha da cor será de acordo com o gosto da dançarina, lembrando que cada cor possui um significado. “O vermelho demonstra sensualidade, o preto significa mistério, o azul transmite tranquilidade e o branco exala paz”, revelou a professora.

    Dança do ventre

    Cursos de dança

    A dançarina oferece cursos de dança do ventre pela internet. Alunas do país inteiro podem assistir o conteúdo do curso pelo computador, treinando no horário que desejar e tirando suas dúvidas através de vídeo conferência ou bate papo online.

    – O diferencial do curso está no conteúdo de cada módulo e na flexibilidade que as alunas terão. São seis módulos e todos possuem vídeo. Os vídeos mostram também passos básicos como batida de quadril, mãos, círculo e véu. Com pelo menos dois metros de espaço livre em um ambiente, dá para dançar e treinar. Em meu site também disponibilizo receitas árabes, como fazer maquiagem para a dança, como bordar as roupas e saias, nomes árabes, ritmos e fotos – falou Rosi.

    Dança do ventre: aulas

    Estilos de dança do ventre

    Dança tradicional

    Dança sem uso de acessórios, onde demonstra-se a criatividade e habilidade com movimentos corporais.

    Pandeiro

    Instrumento também de percussão. Dança-se com ele em uma das mãos, fazendo marcações em tempos musicais.

    Véu

    A dançarina utiliza o véu como se ele fosse a extensão do seu corpo, transmitindo suavidade e harmonia.

    Véu Duplo

    A dançarina utiliza dois véus para a dança, exigindo mais habilidade.

    Solos de Derbake

    A dançarina não utiliza acessórios. Ela dança ao ritmo de um solo de percussão, normalmente pelo instrumento chamado derbake.

    Espada

    A dançarina equilibra a espada em vários pontos do corpo e ao mesmo tempo faz rodopios e movimentos.

    Bastão ou Bengala

    Dançada no ritmo saidi, utilizando bengala ou bastão. É uma dança folclórica e muito alegre.

    Punhal

    Dança em que utiliza-se um punhal. Pode ser ao som de melodias lentas ou alegres.

    Khaleege

    A dançarina usa um belo vestido bordado. O Khaleege é dançado com o cabelo e marcações de movimentos com o vestido e as mãos.

    Serpente

    A dançarina fica acompanhada de uma linda serpente, que fica em seu corpo. São utilizadas melodias lentas e suaves, lembrando o antigo Egito.

    Taças

    Dança de origem egípcia, onde se apresenta ao som de músicas suaves ou modernas. Dentro das taças coloca-se uma vela acesa.

    Dabke

    Dança folclórica que a dançarina faz movimentos marcados com os pés, utilizando passos especiais, normalmente ela dança em grandes círculos com homens e mulheres.

    Candelabro

    Dança egípcia que sugere o uso de várias velas acesas no candelabro. A dançarina equilibra ele na cabeça enquanto dança. É muito utilizada em cerimônias como casamentos e batizados, representando iluminação do caminho.

    Flores

    Dança que utiliza-se uma cesta de flores que é ofertada ao público. Normalmente é a primeira dança de um espetáculo, pois, entregar flores simboliza boas vindas.

    Snuj

    Os snujs são instrumentos de percussão formados por quatro discos metálicos de cobre ou bronze. A dançarina utiliza os snujs nas mãos tocando-os no mesmo ritmo da música que está ouvindo. Geralmente são músicas alegres, mas também utilizam-se melodias mais suaves.

    Dança do Jarro

    Utiliza-se um jarro de barro. A dança representa as beduínas do deserto saindo de suas tendas para buscar água no rio.

    Decoração árabe

    Sempre que pensamos em decoração árabe, nos lembramos de histórias como as aventuras de Sherazade em “As Mil e uma Noites”, o seriado “Jeannie é um Gênio” e o filme “Alladin e a Lâmpada Maravilhosa”. Transformar um ambiente em um verdadeiro conto-de-fadas árabe, só depende da criatividade e entusiasmo das noivas.

    Dança do ventre: decoração

    – Sugiro montar uma tenda dentro do quarto, enfeitando a cama com um dossel, conhecida também como mosquiteiro. Na cama, pode-se colocar muitas almofadas, de preferência de seda com bordados e vidrilhos. Nas mesas laterais ou criado-mudo, coloque os copos marroquinos coloridos de porta-velas e também incensos, de preferência nos aromas almiscar e patchouli, mirra e olíbano e sândalo – aconselhou a decoradora Janete Pimenta.

    Janete indicou usar as mesmas essências com óleos aromáticos e pétalas de flores na água da banheira ou hidromassagem. No teto, ela sugeriu a instalação de várias luminárias como a do tipo Turíbulos (luminária típica árabe), de metal ou de seda.

    “As luminárias de chão também podem ser utilizadas ao lado de vários pufes coloridos. Nas paredes e sobre as cômodas, instale vários espelhos típicos. No chão, coloque tapetes árabes. Monte uma mesa enfeitada com flores, velas e alimentos, colocando-os sobre bandejas de alumínio, bronze, cobre, latão ou mosaico. Sirva frutas secas e frescas, grãos e sementes, como uvas, ameixas, damascos, maçãs, figos, tâmaras, nozes, castanhas, amêndoas e pistaches”, detalhou Janete.

    Para deixar o clima ainda mais sensual, a professora Rosi Cruz indicou músicas dos cantores Mario Kirlis, Tony Mouzayek, Ely Mouzayek, Emad Sayyad, Latifa e Amir Diab. Ao som de “El Alem Alah”, de Amir Diab e “Im Nin Alu”, de Ofra Haza, o ambiente ficará ainda mais encantador e propício para a lua de mel dos seus sonhos.

    Serviços:

    Rosi Cruz

    Pepper Wedding
    Janete Pimenta
    Arquitetura, decoração e eventos

    Músico Mario Kirlis
    Músicas árabes

    L´oeil
    (11) 3085-3211

    Publicidadespot_img

    FAVORITAS

    Mais recentes