Política de Cookies
quarta-feira, junho 19, 2024
Mais
    InícioPlanejamentoDetalhes que valorizam o casamento: o in e o out na hora...

    Detalhes que valorizam o casamento: o in e o out na hora do sim

    Os protocolos são conjuntos de regras e normas que norteiam o planejamento do casamento, para que a cerimônia tradicional saia dentro das expectativas dos noivos. A educação, o bom gosto, os protocolos tradicionais e a elegância são atemporais e nunca saem de moda. O portal Ponto dos Noivos convidou as cerimonialistas Emanuelle Missura, da Casar é Fácil e Márcia Possik, da Marriages, para sugerir o que está em alta nas cerimônias de casamento, para explicar o in e o out na hora do sim.

    Na opinião de Emanuelle Missura, no mundo do casamento tudo acontece muito rápido e mais importante que seguir tendências, é escolher o que lhe cai bem. “O que é tendência ou está em alta hoje, daqui há seis meses já não estará mais. Seguir o que está na moda é bacana mas não é fundamental. Bonito mesmo é escolher aquilo que se sonha, se deseja, seguindo o seu objetivo e refletindo o seu estilo, a sua identidade”, aconselhou.

    O in e o out na hora do sim: tendências
    Foto: Getty Images

    As cerimonialistas responderam dúvidas de muitas noivas e revelaram o que está in e o que está out nas cerimônias de casamento, desde a cerimônia até a festa. Confira.

    – Bem-casado é obrigatório na festa do casamento ou pode ser substituído por macarrons, pães de mel, muffins e etc.?

    Márcia: O bem-casado é tradicional e traz sorte ao casal. Com isso, nada consegue substituir o bem-casado. Outras opções podem ser usadas como complementos mas substituí-lo não é aconselhável.

    – Casar em cidades litorâneas próximas onde os noivos moram está in? Quem mora no Rio de Janeiro, por exemplo, pode casar em Búzios, Paraty ou Angra dos Reis?

    Márcia: Está além de in, é super in! Desde que os noivos consigam organizar tudo e ajudem a orientar o transporte que os convidados precisarão utilizar, bem como indiquem bons locais para hospedagem e alimentação, não vejo problema em realizar a festa em outra cidade.

    – Trajes para o casamento civil, por mais simples que sejam, precisam seguir um padrão? Casar, por exemplo, de bermuda e chinelos é falta de educação?

    Emanuelle: Para a cerimônia civil sugiro pra noiva um vestido na altura do joelho ou até mesmo longo. Já o noivo pode optar por calça e blusa social. Não acho bacana casar de bermuda e chinelos. Poxa, é um momento tão especial! Vai ser registrado, né! Merece um roupa bacana.

    – Seguir a etiqueta está in? Abrir a porta do carro para a noiva, deixá-la entrar primeiro e puxar a cadeira para noiva sentar continua sendo uma demonstração de educação?

    Márcia: Acho que nada é uma obrigação. Tem coisas que não são modismos, fazem parte da educação que cada um teve. Estes gestos com a noiva sempre são bem-vindos. Lembrando que não precisa ser apenas neste dia!

    – Se os pais dos noivos são divorciados ou separados e possuem novos cônjuges, o que fazer? Os noivos devem colocá-los juntos no altar? E se os pais não se derem bem, devem sair com novo cônjuge da igreja mesmo assim?

    Emanuelle: Pais separados deixam de ser separados no dia do casamento dos filhos. Quando eles se dão bem, ficam lado a lado. Quando não, o jeito é escalar um tio ou primo pra ficar ao lado da mãe. Os padrastos podem ficar no altar. Se os noivos fizerem questão, por que não?

    – Como servir o jantar sem atrapalhar os jovens a dançar? As mini porções e a comida pronta estão em alta?

    Márcia: Estão em alta sim, pois são mais práticas e às vezes mais baratas. No cronograma do casamento deve ter previsão para o jantar. A melhor maneira para a festa não parar na hora do jantar é fazer o serviço buffet. Assim cada um pode se servir quando quiser.

    – A noiva pode entrar sozinha na igreja ou no salão de festas? Se ela não tiver mais pai e nem padrasto, deve entrar com outro parente ou pode entrar sozinha?

    Emanuelle: Pode. O pai jamais será substituído, não é verdade? Mas, se a noiva não quiser entrar sozinha ela pode entrar com um tio, irmão ou até mesmo o sogro.

    – As madrinhas podem se vestir de preto ou toda de branco? E a mãe da noiva? E as convidadas? É uma gafe as convidadas usarem preto no casamento?

    Márcia: De jeito nenhum devem usar estas cores! O branco é para a noiva e preto no altar não cai bem. As convidadas não devem usar branco de maneira alguma, mas podem usar preto sem problema.

    – Noiva grávida pode casar de sandália rasteira ou sapato baixinho? E se a noiva não estiver grávida, mas quiser casar de rasteira, pode?

    Emanuelle: Noiva grávida pode casar com sapatinho de salto baixo ou optar por um salto maior com plataforma que trará muito conforto. O importante é ficar confortável.

    – Algumas superstições ainda persistem ao tempo, como, o noivo não poder ver a noiva (vestida de branco) antes do casamento ou um casal de namorados ser padrinho dos noivos. Isso tudo é bobagem ou são regras que ainda são seguidas pelas noivas e sugeridas pelos cerimoniais?

    Márcia: É verdade, as superstições existem e muita gente acredita nelas. Mas tudo depende da noiva. Algumas acreditam e seguem à risca tudo pra se prevenir de ter má sorte. Já outras não ligam pra nada disso.

    – É indelicado pedir aos convidados para pegar um táxi na volta ou oferecer um serviço que os leve em segurança para casa no fim da festa? Em tempos de bafômetro, os noivos devem se preocupar com a segurança dos convidados após tanta bebedeira no casamento?

    Emanuelle: O melhor para os convidados é voltar para as suas casas de táxi. É interessante ter um ponto de táxi próximo ao local da festa, mas se não tiver, eles podem chamar um transporte privado. Os noivos não precisam se preocupar com esse detalhe, pois é responsabilidade de cada um.

    O in e o out na hora do sim: gafes e conselhos
    Foto: Getty Images

    Veja o que é in e out nos casamentos

    IN


    – Vestidos de noiva mais soltinhos, com tecidos esvoaçantes
    – Flores nos cabelos, nos vestidos e nas sandálias
    – Som da festa com muita música brasileira
    – Lembrancinhas de todos os tipos

    OUT


    – Ir até as mesas dos convidados e tirar fotos com cada um
    – Enviar dentro do convite os dados da conta bancária e pedir uma transferência por PIX de presente de casamento
    – Maquiagem pesada com cores escuras para a noiva
    – Convidado que leva sacolinha pra levar doce para casa

    O in e o out na hora do sim: tradições e protocolos
    Foto: Getty Images

    Saiba o que valoriza o casamento

    Música para a entrada da noiva


    In: Marcha Nupcial
    Out: Músicas agitadas
    A entrada da noiva precisa ter impacto. É necessário cuidado na hora de escolher a música.

    Penteado


    Não existe in ou out neste caso mas não são indicados penteados que não estejam de acordo com o modelo do vestido.
    Se o vestido for modelo frente única, fazer um penteado com o cabelo preso.
    Se o vestido for modelo tomara que caia, usar um penteado com o cabelo solto.

    Sapatos


    In: Sempre usar Escarpin ou Chanel
    Out: Sapato de modelo esporte

    Alianças


    In: As alianças tradicionais com brilhantes estão em alta
    Out: Ouro branco, porque a aliança parece um anel de compromisso

    Drinks


    In: Caipirinha de saquê. Uma outra opção é servir na pista de dança uma mini garrafa de Chandon.
    Out: Drink Meia de Seda (coquetel feito com vodka)

    Lembrancinhas


    In: Chinelos e amêndoas
    Out: Lembrancinhas de camelô que imitam cristal

    *Matéria escrita por Vanessa Guimarães

    Serviços:

    Cristiane Montemor Bolos e Doces
    (19) 3208-1645 e 2121-1442

    Emanuelle Missura
    Casar é Fácil

    Márcia Possik
    Marriages
    (11) 3885-1554

    Publicidadespot_img

    FAVORITAS

    Mais recentes