Política de Cookies
quarta-feira, abril 24, 2024
Mais
    InícioModa e Beleza80 vestidos de noiva: aprenda a escolher o modelo ideal para você

    80 vestidos de noiva: aprenda a escolher o modelo ideal para você

    Os vestidos de noiva são trajes tradicionais do casamento. A cor branca simboliza pureza, paz e prosperidade mas ele também pode ter outras cores, cada uma com uma simbologia diferente.

    A rainha consorte da França Maria de Médici se casou com um modelo branco de vestido de noiva com detalhes dourados no século XVII e iniciou um costume que inspirou muitas outras noivas ao longo do tempo. A Rainha Vitória da Inglaterra usou um vestido longo com luvas e coroa em 1840 também influenciando diversas gerações.

    Encontrar o vestido de noiva ideal depende da capacidade de escolher um modelo que valorize os pontos fortes do corpo, disfarce os pontos fracos e que revele o estilo da noiva.

    “A nossa grande preocupação é sempre orientar as noivas, para que o vestido combine com a cerimônia, valorizando sua personalidade e seu estilo próprio. As noivas investem mais em praticidade, em vestidos cleans”, contou o estilista da Feira da Noiva, Nicolas Andrade.

    Em mais de dez anos trabalhando com as noivas, o estilista contou que a preferência é por vestidos de noiva mais práticos e confortáveis.

    Os vestidos de noiva podem ser confeccionados com vários tipos de tecido, como cetim, zibeline, clear, musseline, crepe, crepe de seda, seda e organza.

    “O mais importante é saber escolher a cor. Não é porque voltou a usar branco que qualquer noiva vai ficar bem com essa cor. Há quem fique melhor com champagne ou pérola. Depois vem a questão do estilo da mulher, pois, o vestido não pode ser diferente da sua personalidade”, analisou a consultora de imagem Sabina Donadelli, lembrando que tecidos foscos e a folga de um dedo em volta da silhueta emagrecem.

    Vestidos de noiva: chapéu é usado no lugar do véu
    Foto: Divulgação/ Sublíssima Noivas

    Para casamentos diurnos, os estilistas não aconselham a usar muito brilho, transparência e nem detalhes em dourado ou prateado. Quem for casar à noite pode abusar mais, mas sem exagerar, pois, o vestido não pode aparecer mais do que a noiva.

    Andrade explicou que os casamentos em local aberto exigem vestidos de noiva confortáveis e práticos, enquanto os casamentos na praia pedem modelos inovadores.

    Valorize suas qualidades

    O trabalho do estilista é avaliar todos os detalhes, para criar o vestido perfeito e uma combinação equilibrada ao visual.

    Segundo Sabina, para enquadrar o vestido ao estilo da noiva, seja despojada, romântica, moderna, sensual, tradicional, glamourosa ou neo-hippie, é preciso avaliar os detalhes do vestido, no tecido, no corte, no acabamento e nos acessórios que serão usados.

    “O princípio do vestido é valorizar o que é mais bonito, disfarçando as imperfeições da noiva. Se a moça tem um colo bonito, então pode usar um decote para valorizá-lo, com bordados concentrados mais nessa parte”, ensinou Nicolas Andrade.

    Se a noiva tem o quadril largo, o truque do estilista é desviar a atenção e usar bastante bordado na parte de cima do vestido. Já para noivas acima do peso, ele indicou o uso de um vestido que tenha corte na cintura, com um leve evasê, para alongar a silhueta.

    Andrade alertou: cuidado com o uso das jóias, elas não devem ter brilho. Para compor o visual de vestidos de noiva com bordados e brilhos, a noiva deve optar apenas por um brinco delicado e dispensar o colar. Outros acessórios como anel, relógio, pulseira e bolsa não devem ser usados.

    Vestidos de noiva - bordados e brilhos conquistam as noivas
    Foto: Divulgação/ Sublíssima Noivas

    O véu

    Vestidos de noiva tradicionais e noivas mais baixas pedem um véu até a cintura, com corte em cascata, que alonga a silhueta. “A noiva deve usar itens que favorecem sua altura”, explicou Andrade.

    Para as noivas mais altas, o estilista indicou véu longo, com duas camadas no mesmo comprimento. O véu deve passar da calda e pode ter acabamentos em filete de cetim.

    Ainda segundo ele, as noivas que gostam de renda e vidrilho, podem aproveitar o mesmo bordado do vestido no véu, com o cuidado de equilibrar os acessórios e o uso do tule, que pode ser francês ou em algodão.

    Luvas

    A principal função da luva é dar um toque de glamour. Para vestidos de noiva tomara-que-caia, Andrade aconselhou usar a luva de 7/8. Se o vestido tiver manga curta, o ideal é o uso da luva mais curta.

    As luvas transparentes com renda são indicadas por ele para casamentos diurnos em locais abertos. O profissional aproveitou para dar uma dica preciosa às noivas: nunca usar luvas que deixam os dedos de fora, pois são deselegantes.

    “A noiva deve entrar na cerimônia usando as luvas, retirá-las com elegância na hora de colocar as alianças e sair sem elas. Aconselho o uso de um bracelete na festa, pois ele dá um charme à roupa”, indicou Andrade.

    A noiva deve entrar na cerimônia usando as luvas, retirá-las com elegância na hora de colocar as alianças e sair sem elas. “Aconselho o uso de um bracelete na festa, pois ele dá um charme à roupa”, indicou Andrade.

    Buquê e terço

    O uso do terço é aconselhável junto com buquês compostos por flores de uma única cor, para não carregar o visual. “O ideal é a noiva optar por carregar somente o buquê ou somente o terço, mas, se ela quiser levar os dois juntos, que escolha um arranjo clean, menor e mais redondo”, alertou Andrade.

    Para casamentos noturnos, o estilista indicou a rosa colombiana e orquídeas. Para casamentos diurnos, flores do campo, copo-de-leite ou lírios.

    Segundo ele, o buquê deve sempre ser feito de flores naturais, em cores delicadas e suaves.

    Compra, aluguel e primeiro aluguel

    Decidir comprar ou alugar o vestido é um dos primeiros itens que serão avaliados pela noiva. A escolha pode ser baseada no orçamento reservado para essa finalidade e no bom senso.

    O primeiro aluguel do vestido de noiva é a opção mais escolhida, segundo as lojas de vestido de festa. As noivas compram os vestidos de noiva que já estão prontos na loja ou o estilista desenha um modelo personalizado. “Comprar o vestido de noiva sai mais caro, porém, a noiva poderá guardá-lo para sempre de recordação. O que ela precisa ter em mente é que não se deve reformá-lo e muito menos usá-lo em outra ocasião”, falou a estilista Mariana Albuquerque.

    Mariana explicou que o aluguel do vestido é uma opção mais barata, onde a noiva pode escolher o modelo que mais gostar na loja e devolver depois.

    “Optar pelo primeiro aluguel também é uma boa, pois, o vestido é confeccionado ao gosto da noiva, só que depois do casamento ele é devolvido à loja, para ser alugado e usado por outras noivas. Sai mais barato do que comprar a roupa e a cliente se livra da responsabilidade de encontrar um lugar para guardar o vestido sem estragar”, comparou a estilista.

    Vestidos de noiva: babados e detalhes delicados
    Foto: Divulgação/ Status Noivas

    Tendências

    Na opinião de Sabina Donadelli, os vestidos de noiva mais românticos e os inspirados nas divas do cinema estão sempre em alta.

    Segundo Andrade, o Brasil é influenciado por tendências internacionais. Se antes a noiva brasileira usava saiote, agora os vestidos de noiva possuem algumas camadas de tule com um saiote embutido. “A tendência são vestidos práticos, simples, confortáveis e glamourosos, com pedrarias”, explicou o estilista, lembrando que a moda é sempre uma releitura do passado.

    A personal stylist Paola Elide deu a dica: “A moda vai e vem, mas o estilo é pessoal e intransferível. Pode-se apimentá-lo com alguns toques de moda atual, mas acredito que as noivas não devem seguir somente os modismos”, finalizou.

    Dicas para o tipo físico de cada noiva

    Altas: Não há muitas restrições, abuse nos detalhes, enfeites, bordados e babados.

    Baixas: Procure um modelo que alongue o corpo, como um vestido não muito volumoso.

    Magras: Cuidado para não exagerar no decote e na exposição dos ombros, pois, criará uma imagem não muito agradável.

    Gordinhas: Procurem modelos que criem a sensação de “acinturado” e com decotes um pouco mais generosos, sem abusar de mais. Se o colo for bonito, aproveite.

    Pouco busto: Não exagere nos decotes e se o modelo permitir, uma sustentação com enchimento na área dos seios é recomendada.

    Dicas para escolher o vestido ideal para cada horário de cerimônia

    Casamento durante a manhã: Não use vestidos de noiva pesados, bordados de mais e com muito brilho. Use tecidos leves fluídos, sem detalhes exagerados.

    Casamento à tarde: Pede um pouco mais de detalhe, mas o brilho ainda é questionável. Use vestidos de noiva um pouco mais rebuscados, com tecidos mais encorpados e algum brilho estratégico.

    Casamento noturno: Pode tudo, mas cuidado para não se transformar em um personagem. Festeje com tudo o que tem direito, brocados, brilhos e bordados, mas sem exageros.

    *Matéria escrita por Vanessa Guimarães

    Serviços:

    Estilista Juliana Ariza
    Vestidos para noiva contemporânea
    (11) 3812-6862

    Feira da Noiva
    Estilista Nicolas Andrade
    (11) 3313-6521

    Maison Maria Zeli
    (11) 5533-5578

    Marie Lafayette
    Atelier de noivas
    (21) 2543-5675

    Paola Elide
    Personal stylist
    (11) 3224-0718

    Sabina Donadelli
    Consultora de imagem

    Status Noivas
    (11) 3227-8190

    Sublíssima Noivas
    (11) 3311-7671

    Publicidadespot_img

    FAVORITAS

    Mais recentes