Política de Cookies
quarta-feira, abril 24, 2024
Mais
    InícioIdeias e InspiraçõesDecoração de mini wedding: casamento em casa

    Decoração de mini wedding: casamento em casa

    O mini wedding é uma cerimônia de casamento ou recepção para poucos convidados, mais voltado para padrinhos, familiares e amigos e, muitas vezes, transmitido também online para amigos que estão em outras cidades e países. A decoração de mini wedding é mais simples e elegante, o que garante um gasto menor com todos os preparativos.

    Local

    Muitos casais optam por fazer o casamento em casa, se o espaço permitir, no quintal ou jardim. Outros, preferem restaurantes charmosos ou espaços de eventos que sejam adequados para poucos convidados. É muito comum esse tipo de recepção na praia (devido ao deslocamento dos convidados), o que torna o evento menor. É que explicou a decoradora de eventos Janete Pimenta.

    “Independente do local escolhido, o mini casamento precisa ser uma recepção descontraída, nada muito formal, estático ou cheio de pompas e circunstâncias. Portanto, a decoração tem que refletir esse espírito”, explicou Janete.

    Decoração

    – O que fazer na decoração para esse estilo de recepção? O que aconselho sempre às noivas, é dar preferência aos arranjos mais baixos nas mesas dos convidados. Nesse tipo de recepção, não é preciso usar arranjos altos, os mais baixos ficam mais graciosos, interessantes e delicados para a ocasião proposta – aconselhou a decoradora.

    Mas se a noiva não gosta de arranjos baixos, Janete aconselhou a usar uma altura intermediária (no máximo 40 centímetros de altura), além do uso de vasos mais delicados e esbeltos – nada muito grande ou cheio de mais. “O que prevalece aqui é a elegância com delicadeza e simplicidade de formas”, frisou.

    Mini wedding: casamento em casa

    Mobiliário

    “Sobre os mobiliários, acho adequado usar bastante lounges, para tornar o ambiente confortável, proporcionando uma boa interação entre os convidados após o almoço ou jantar. Já que é um tipo de recepção mais tranquila e sem correrias, dá para ousar. Eu sugiro a criação de várias ilhas de lounges de forma que lembre a casa ou a varanda. Pode-se colocar muitas almofadas combinando com o tema da decoração usando a cor escolhida”, indicou Janete.

    Bolo e doces

    Segundo Janete Pimenta, uma ótima opção é substituir o bolo tradicional pelos mini bolos ou pelos cupcakes, colocados um em cima do outro, formando andares no formato de um bolo. “Além de elegante, o convidado que não quiser prová-lo na festa, poderá levá-lo para casa como lembrança”, sugeriu.

    O estilo do bolo também pode ser mais descontraído, de acordo com a decoradora. “Como o número de convidados é menor, o custo também não fica alto”, explicou.

    Mini wedding: casamento em casa

    A história das alianças de casamento

    A palavra aliança significa fazer um pacto, firmar um compromisso. “Sinceridade é fundamental para viver esse pacto de forma a gerar toda a energia positiva que uma união pode proporcionar”, explicou a consultora de Feng Shui Lógico, Stela Vecchi.

    Na opinião dela, a palavra anel possui outro sentido e serve para indicar um elo, para vincular, para indicar um destino associado.

    “Então o anel tem um sinal de um voto, uma intenção. Quando os noivos permutam entre si as alianças, estão se tornando cúmplices no bom sentido, no sentido de buscarem além do corpo, uma união que não os faça sofrer jamais”, observou.

    Segundo os ensinamentos do Feng Shui Lógico, Stela recomenda que as alianças sejam escolhidas com muito carinho e amor, para que tudo que cerque esse momento da vida dos noivos seja cuidadosamente preparado.

    “O casal deve fazer da escolha e da compra das alianças um dia para se comemorar, só os dois. E que selem entre eles a decisão de jamais ferirem um ao outro, priorizando entre eles o pacto de união e concórdia que as alianças significam”, indicou Stela.

    A escolha das alianças

    Ouro amarelo? Ouro Branco? Metade ouro amarelo e metade ouro branco? Platina? Diamantes ou rubis? Modelos tradicionais ou mais arrojados? As opções oferecidas para os casais são muitas.

    “Sinto que muitos casais hoje mandam confeccionar suas alianças, desenhando-as junto com os designers, ficando realmente peças personalizadas e únicas. Frases, nomes e códigos usados no interior das alianças, também não podem faltar, nem que seja somente o nome do casal e a data do enlace”, contou a designer de jóias Paula Soares, do Atelier Mourão.

    Na opinião dela, muitos casais também continuam usando a mesma aliança do noivado, apenas dando uma polida nelas antes do casamento.

    Paula ensina a não dar o polimento na semana do casamento. “Separem as alianças pelo menos um mês antes e mandem-nas para a joalheria. Assim vocês terão tempo para qualquer imprevisto e tempo suficiente também, para a joalheria polir. Já vi casais que mandaram fazer o polimento na semana do casamento e quase ficaram sem elas. Logo, sejam prevenidos”, aconselhou.

    Mini wedding: casamento em casa

    Fazendo as próprias alianças

    Fazendo suas próprias alianças, os noivos participam ativamente na construção e na concretização do elo entre eles. Saem do subjetivo para o concreto. As alianças ficam com um significado muito maior, pois foram feitas pelo seu par, com todo o amor e dedicação. É o que observou e contou a designer de jóias.

    O Atelier Mourão oferece um curso de confecção de alianças personalizadas para noivos. Com três horas de duração cada aula, durante três aulas particulares, os alunos escolhem o modelo, medem os tamanhos dos dedos e efetuam as técnicas indicadas para o modelo escolhido.

    “Durante as aulas particulares, são desenvolvidas as técnicas específicas, sendo necessário soldar, limar e polir o material para desenvolver a aliança teste em prata. Ao final, o casal sai com as alianças personalizadas em ouro branco ou amarelo”, concluiu Paula.

    Buquê da noiva

    O buquê da noiva revela os sentimentos, sua sensibilidade e a sua alegria. A flor é também o símbolo do amor e da harmonia. É um símbolo yin, do feminino, de receptividade e da beleza.

    “O fato de a noiva portar um buquê de flores, quer dizer que está pronta, amadurecida emocionalmente, preparada para dar frutos femininos, não só na possibilidade de ser mãe, mas também de ter dentro de si sentimentos fortes e suaves, próprios da alma feminina”, explicou Stela Vecchi.

    Na opinião dela, a noiva deve escolher as flores naturais e evitar flores artificiais até na decoração do casamento. “Não deixe ninguém tomar esta decisão por você. Você deve sentir com qual buquê se identifica mais. Só então ele fará sua função: torná-la mais bela e segura no dia de seu casamento, um dos dias mais importantes de sua vida”, sugeriu Stela.

    Mini wedding: casamento em casa

    *Matéria escrita por Vanessa Guimarães



    Serviços:

    Janete Pimenta
    Decoradora de eventos

    Stela Vecchi
    Feng Shui Lógico

    Camila Missura (decoradora)

    Alessandra Hyppolito
    (11) 3459-8764

    Atelier Mourão

    Publicidadespot_img

    FAVORITAS

    Mais recentes