Política de Cookies
quinta-feira, maio 30, 2024
Mais
    InícioColunasVida a DoisCompreendendo os próprios ciclos

    Compreendendo os próprios ciclos

    Você já ouviu falar em ciclo lunar?

    Todos nós temos um ciclo interno de aprendizados que podem ser potencializados pelas fases da lua. As mulheres possuem ciclos mais longos e os homens ciclos mais curtos de projeção emocional e hormonal. Fases retratadas em músicas como “Mulher de Fases” descrita pela banda Raimundos, “Lua Cheia / Fica Doida” pela banda Papas da Língua, entre outras, se referem à mudança de humor e das atitudes de uma mulher.

    Quando possuímos o aprendizado de conhecer o corpo físico ao qual habitamos e as influências da lua sobre ele, conseguimos melhor nos programar para o que está por vir.

    Entender o ciclo da lua interna é muito importante não apenas para quem habita um corpo feminino mas também para quem habita um corpo masculino. Pois um companheiro que compreende sobre os ciclos de sua parceira possui melhor compreensão sobre a relação na vida a dois e tem a capacidade de fazer escolhas melhores com uma visão mais aprimorada dos fatos, sem o julgamento de que tudo é frescura, TPM (Tensão Pré Menstrual ou Tempo Para Mim) ou stress, ao acaso.

    Os ciclos internos das mulheres estão ligados diretamente ao estado de produtividade, autoestima, poder pessoal, vida sexual e todas as outras áreas da vida de uma mulher. Compreendê-los traz benefícios incalculáveis na prática que abrangem principalmente a vida a dois, nos fazendo adquirir um novo olhar sobre a instabilidade que muitas vezes nós mulheres realmente temos. Nada há de errado nisso, apenas cabe uma compreensão sobre como lidar com cada fase do ciclo interno.

    O ciclo da lua interna nada mais é do que o período menstrual. São as fases que vão interferir no nosso comportamento, no humor, nas ações, nos pensamentos e em tudo isso que pode ser chamada também de TPM.

    Por que se guiar pela lua? Vamos entender: existe uma lua externa, que é a lua que está no céu, e existe também uma lua interna, que nós mulheres trazemos dentro de nós, que é o nosso útero.

    Por que isso acontece? Por que nós somos regidas pela lua externa, refletindo em nós o nosso comportamento, no nosso corpo físico e na nossa biologia?

    Porque a lua é um astro psíquico conhecida por ser, dos astros, o que tem a energia mais psíquica. Nós mulheres, somos seres psíquicos, trazemos em nós uma sensibilidade maior para intuição, para o sentir das coisas ao nosso redor, o sexto sentido, a tal voz interior. Temos esta habilidade mais desenvolvida no corpo feminino que habitamos.

    A lua externa nos guia e direciona a respeito de nós mesmas pois ela tem quatro ciclos: a lua nova, a lua crescente, a lua cheia e a lua minguante.

    Nós mulheres também carregamos esses ciclos. Vamos entender cada uma dessas fases. Você já se perguntou o porquê do humor feminino ser tão instável? Por que nosso humor oscila tanto? Porque nós carregamos esses quatro ciclos e cada um deles, cada mudança de fase da lua, vai reger um comportamento em nós, aflorando ou despertando um determinado sentimento. Somos seres psíquicos que nos conectamos intuitivamente com a energia da lua.

    Por que é tão importante saber a respeito?

    A partir do momento que você compreende como funciona em um corpo feminino, consegue organizar melhor toda a vida a seu favor. Não há a necessidade de aceitar ou insistir em situações que não estejam alinhadas com o seu ciclo.

    No caso das mulheres que não possuem útero ou que não menstruam (por usarem contraceptivos) podem se basear na lua externa – observe aquela que aparece no céu, acompanhe por um aplicativo ou calendário lunar. Já as mulheres que menstruam, podem se basear pela sua lua interna (o útero).

    Importante essa compreensão, pois, às vezes o ciclo da lua interna (menstruação) e o ciclo da lua externa (as fases da lua nova, crescente, cheia e minguante) podem não coincidir. Por isso é importante compreender sobre o corpo ao qual você habita (autoconhecimento).

    Gostou da coluna de hoje? Gostaria de ler mais? Então aguarde a próxima postagem, que haverá continuação, tenho muito mais para te contar! Até lá!

    Um abraço com carinho,

    Raquel Toledo

    Publicidadespot_img

    FAVORITAS

    Mais recentes