Política de Cookies
quinta-feira, maio 30, 2024
Mais
    InícioColunasPra CasarWedding Destination

    Wedding Destination

    Neste artigo eu resolvi falar de um tema que há muito para abordar: o Wedding Destination. Como sabemos, são os casamentos fora de sua cidade, estado ou país de residência. Neste caso estarei usando o exemplo do Brasil para Portugal, opção muito em alta até devido à facilidade da língua irmã, e, com a ajuda de minha amiga de longas datas, assessora e Wedding Planner Bianca Oliveira, da empresa Do Pedido ao Altar, resolvi fazer uma lista de observações que envolvem a execução de um casamento envolvendo o Wedding Destination.

    O primeiro item que logo pensamos ao começar os preparativos de um casamento é: quantos convidados? Sendo um Destination Wedding, este será um ponto crucial para o desenvolvimento deste evento.

    A faixa de convidados, conforme relato da Bianca Oliveira, fica de mínimo de 20 e máximo de 150 pessoas. Com a lista de quantidade de convidados definida, pode-se definir a viagem, como: o voo-passagens aéreas, as acomodações nos hotéis e o local do evento.

    Como isso é feito da melhor forma? Sobre as passagens aéreas, sabemos que o melhor é sempre ter essa lista de convidados fechada e confirmada, e, junto a uma agência no Brasil ou como o exemplo de Portugal, fazer um pacote de voo com a agência. Sempre haverá um desconto devido ao número de pessoas de um mesmo grupo?

    Resposta: “Sim, em Portugal há agências de viagens que fazem pacotes para grupos. Inclusive, tenho parceria com uma agência de viagens que dão vouchers desconto para casais que contratam os serviços de wedding planning da Do Pedido ao Altar”, diz Bianca.

    O mesmo se faz com a hospedagem e nisso temos as opções conforme o número de convidados, mas, independente da opção abaixo, é de praxe se fechar um pacote com o hotel. Existem duas formas que esta parte pode ser feita. Uma delas é: sendo um mini wedding ou um evento tradicional com mais convidados.

    1- “Quando o casamento é pequeno, alugam uma Quinta onde tem quartos para hospedar os convidados e fazem também o casamento na propriedade privada.”

    2- “Se o evento for num hotel ou espaço de eventos, de qualquer forma, cada convidado paga pelo seu quarto do hotel escolhido”, diz Bianca.

    Os noivos geralmente pagam a estadia dos convidados ou fica a cargo do convidado?

    Resposta: “Os convidados pagam a própria estadia”, diz Bianca.

    No trajeto do hotel para o local do evento, os noivos também contratam uma van para o conforto dos convidados?

    Resposta: “Se o local da cerimônia for distante do local da recepção, os noivos contratam ônibus bus ou van, dependendo do número de convidados”, diz Bianca. ⁠

    O que geralmente é contratado em Portugal, além dos itens primordiais como espaço, buffet, bebidas?

    Resposta: “Contratam todos os fornecedores, sendo que o wedding planner e o decorador, apesar das mentalidades estarem a evoluir, ainda não são fornecedores muito valorizados pelos portugueses, talvez pelo fato de não terem o conhecimento de todas as funções de uma assessoria e por acharem que ter um decorador é um luxo dispensável. Porém, os estrangeiros que procuram Portugal para se casar, contratam o serviço de wedding planner”, diz Bianca.

    Nesta área, alguns itens, os noivos fazem questão de contratar e levar estes itens ou profissionais do seu país de origem, devido ao gosto pelo trabalho de um profissional de sua escolha, como foto, vídeo, decoração, lembranças ou todos estes serviços também serem contratado na região? E a decoração?

    Resposta: “Os portugueses no geral não contratam o profissional decorador, quando contratam o wedding planner pedem que a assessoria crie e desenvolva o projeto de decoração.

    Os portugueses recorrem também à florista para fornecer o design floral do evento e a um fornecedor de mobiliário e peças decorativas.

    Os trâmites são um pouco trabalhosos quando a decoração é daqui do Brasil para fora, seja de cidade, estado ou país quando a distância é grande. Eu opto mais nestes casos, por fazer o projeto de decoração e a parte floral ser executada com uma equipe do local de empresa floral.

    Levo uma equipe pequena minha para a organização da montagem no dia junto à empresa subcontratada, no máximo levamos umas peças chaves pra decoração, dependendo do local do Wedding Destination, levados por empresas como FedEx, JabLog, (até mesmo caminhão, sendo Brasil) ou cointainer aéreo-navio dependendo também do volume da decoração (esta opção mais usada para grandes eventos)”, diz Bianca.

    Qual o tempo ideal para iniciar uma organização de casamento em Portugal?

    Resposta: “O tempo ideal é um ano e meio para casamentos na época alta e de um ano se o casal pretende se casar no outono ou inverno. Já organizei um casamento em três meses, mas foi no inverno, e o fato de conhecer os profissionais certos fluiu muito bem, mas não recomendo este tipo de aventura sem ajuda de uma assessoria experiente”, diz Bianca.

    Como é casar na praia em Portugal, é um estilo também muito procurado como no Brasil?

    Resposta: “Casar na praia em Portugal é um estilo bastante procurado, principalmente na região do Algarve onde existem praias belíssimas e clima quente. É necessário tratar de algumas burocracias como pedir autorização à autoridade marítima e pagar taxas. Se o casal tiver contratado um serviço de assessoria completa a parte burocrática torna-se bem mais leve e fácil de resolver”, diz Bianca.

    Hoje no mundo cada vez globalizado não há limites de onde possamos ir e fazer. Só ter organização e voilà!!!

    Janete Pimenta
    Pepper Decoração

    Participação no artigo: Bianca Oliveira da assessoria Do Pedido ao Altar

    Publicidadespot_img

    FAVORITAS

    Mais recentes