Política de Cookies
terça-feira, julho 16, 2024
Mais
    InícioColunasVida a Dois7 reflexões para te ajudar a ser a melhor versão de si...

    7 reflexões para te ajudar a ser a melhor versão de si mesma

    É comum perceber casais que se identificam como “nós” e esquecem do “eu”. Quando isso acontece é gerado um desequilíbrio na relação. Um dos dois se torna mais submisso às ideias do outro e com o tempo, vai se esquecendo da própria unicidade.

    Na vida a dois é importante levar-se em conta a individualidade e o respeito às diferenças do outro, para que se haja a relação saudável tão sonhada.

    Neste artigo proponho um exercício intuitivo simples que aplico durante sessões de meditação para grupos e casais. Para potencializá-lo você pode responder usando uma folha em branco, sem pautas, e colocar sua resposta junto a desenhos coloridos, para estimular sua criatividade, saindo da zona objetiva cerebral.

    Você pode contar com a ajuda de lápis de cor, canetinhas, giz de cera, caneta colorida ou outros que agucem a sua criatividade, como ferramentas que nortearão as respostas futuras.

    Para responder os questionamentos abaixo, desenhe a primeira coisa que lhe vier à mente, pode ser um aspecto ou uma forma – também coloque a cor -, palavras ou frases que lhe venham de imediato. Sem refletir muito a respeito marque o tempo no relógio, anote por cerca de um a três minutos e siga para a próxima pergunta. Apenas após a finalização do exercício, reveja as suas respostas e reflita a respeito.

    Vamos às perguntas.

    Reflexão sobre os sete “eus” para autoavaliação:

    • Como eu penso que sou?
    • Como eu penso que não sou?
    • Como os outros pensam que eu sou?
    • Como os outros pensam que eu não sou?
    • Como eu quero ser?
    • Como os outros não querem que eu seja?
    • Como eu realmente sou?

    Reflexão sobre o “eu-casal” para autoavaliação e avaliação do relacionamento:

    • Como eu sou quando estou feliz?
    • Como eu sou quando não estou feliz?
    • Como eu sou quando ninguém me observa?
    • Como eu sou quando o meu companheiro me observa?
    • Como eu sou quando escolho algo para mim?
    • Como eu sou quando escolho algo para o meu companheiro?
    • Como eu sou quando sonho apenas com os meus pensamentos?
    • Como eu sou quando sonho com os sonhos do meu companheiro?
    • Como eu sou quando eu somo os meus sonhos e os do meu companheiro?
    • Quem eu sou em relação a companheira que eu quero ser?
    • Quem eu sou em relação a companheira que eu não quero ser?
    • Quem eu sou em relação a companheira que meu companheiro quer que eu seja?
    • Quem eu sou em relação a companheira que meu companheiro não quer que eu seja?
    • Quem eu verdadeiramente sou como “eu-casal” (eu e meu companheiro)?

    Após finalizar o exercício leia e observe o que escreveu, desenhou, as cores que usou e perceba como se sente. Acolha os seus sentimentos e guarde as folhas para uma comparação futura.

    Este exercício pode ser realizado sempre que houver a necessidade de uma reflexão mais profunda quanto ao estado de equilíbrio integral.

    A ideia aqui é refletir sobre suas reais necessidades e expectativas (supridas ou não), a necessidade do desapego, de soltar o controle das situações vivenciadas dentro do relacionamento, do planejamento do casamento e apontar os dedos mais para si mesma, evitando assim o ato do julgamento precipitado e stress devido ao cultivo do mesmo.

    Lembre-se sempre que não temos controle de nada, mesmo que em algum momento pareçamos assim o ter. O universo está em constante movimento e você também está.

    Porém, embora não tenhamos controle, temos escolhas! O ato de escolher ser a melhor versão de você mesma a cada dia e admitir-se aprendiz da vida é um reconhecimento que nos torna seres humanos melhores e consequentemente mais preparados para lidar com as situações diversas através do improviso intuitivo, aprendendo a reconhecer as sincronias existentes em cada momento que nos favorece.

    Junto à busca constante de respostas pela autoobservação e pelo autoconhecimento, observe as questões que lhe pareçam desafiadoras, pois, pode ser um caminho interessante.

    Reclamar nunca deve ser uma opção, fazer as perguntas certas sim. Como posso me harmonizar com meu companheiro para o meu bem e para o bem maior? Como encontrar a resposta para determinada questão? Como devo proceder para atingir o meu objetivo? Qual melhor caminho para resolver a questão?

    Devemos ser o que gostaríamos que o outro fosse para nós, praticar os gestos que gostaríamos de receber, ao invés de depositar expectativas no outro e cobrá-lo por não ser o que nós queremos que ele seja.

    A aceitação do outro exatamente como ele é faz parte do cultivo do respeito mútuo e da compreensão de que somos responsáveis por nossas expectativas. O outro ser humano que está no relacionamento é um universo a parte do seu, com suas próprias crenças limitantes e desafios, por isso, deve ser tratado com tal importância, admiração e respeito. Quando este fato torna-se possível, você está apta a um relacionamento saudável.

    Caso ainda não consiga permitir-se este olhar, convido-te para uma última reflexão. Há um antigo provérbio budista que conta a história de um aprendiz que questiona seu mestre perguntando: “Como saber quando se está pronto para relacionar-se amorosamente?” O mestre responde: “Cultive uma planta por um ano, se ela sobreviver, florescer e frutificar, adote um animal e cuide dele, se ele sobreviver com saúde e felicidade durante todo o ano, você está pronto para unir-se em um relacionamento amoroso e ter filhos”.

    Quantos de nós pulamos estas etapas e depois nos perdemos nos desafios futuros? Essas etapas são de suma importância para adquirir faculdades intelectuais, morais e emocionais, que nos tornarão aptas aos desafios futuros com maior sabedoria e tranquilidade.

    É importante cultivar em nós mesmas as sementes do autoconhecimento para que quando nos tornarmos árvores floridas, possamos conjuntamente, frutificar nosso relacionamento.

    Um abraço com carinho,

    Raquel Toledo

    Publicidadespot_img

    FAVORITAS

    Mais recentes